quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

A Criança do Maternal



Esse período de idade é marcado pela transição da criança de sua condição de dependência para uma situação de relativa independência.

A construção de sua linguagem é algo ainda mais predominante e fundamental, pois as crianças estabelecem trocas diversas, experimentando condutas, ações e comportamentos, explorando objetos numa intensa atribuição de significados.

A fala do outro é incorporada a sua própria fala, num exercício de imitação, construção e reconstrução, onde as crianças revelam a busca da nomeação, classificação, conceituação para entender o mundo que a circunda.

A necessidade de manipulação e exploração de objetos diversificados deve ser antevista pelos educadores que não só poderão possibilitar acesso e uso de materiais como organizar espaços com variedades desses materiais dando opção de escolha a criança.

ALGUNS PRINCÍPIOS DO TRABALHO DE LINGUA ESCRITA NO MATERNAL

1- Toda criança tem uma forma de contato com a língua escrita mais ou menos intenso, antes mesmo de ingressar na escola.
2- A educação é um processo de formação que ser realiza a partir das experiências vividas pelo sujeito em interação com o mundo e com as pessoas.
3- A alfabetização é um processo e não se limita a momentos estanques da vida escolar da criança. Ela acontece desde seu nascimento, porque a criança está inserida em um mundo letrado.
4- Neste processo de apropriação de novos conhecimentos é importante desde o curso maternal que o aluno tenha acesso a palavra escrita para que ele possa refletir e construir sobre este código, apropriando-se desta noa maneira de ver o mundo.
5- A criança é o agente de seu próprio processo de aprendizagem, no qual o professor como mediador tem uma função importante.
6- Os rabiscos iniciais das crianças no maternal, são gestos gráficos fixados no papel e são essenciais na aprendizagem futura da leitura e da escrita.
7- Os contos de fadas podem e devem ser lidos e contados desde o curso maternal.
8- As crianças desde pequenas pensam sobre a escrita, quando estão imersas em um mundo onde há, com freqüência, a presença desse objeto cultural. Faça de sua sala de aula um ambiente alfabetizador.
9- A língua escrita não pode ser descontextualizada. A unidade de trabalho é sempre o texto, e o conteúdo a ser trabalhado é a adequação dos componentes da língua escrita nas diferentes circunstâncias de uso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário